Por nove horas, uma família foi feita de refém por um grupo de assaltantes armados dentro de uma chácara, na Zona Rural de Vilhena (RO), região do Cone Sul. Segundo a Polícia Civil, o crime terminou na madrugada deste domingo (28), após roubarem uma aeronave particular que estava no local. As vítimas não foram feridas. Até o momento, ninguém foi preso.

Uma das vítimas, um homem de 55 anos, relatou à polícia que tudo começou por volta das 20h do último sábado (27), quando quatro suspeitos encapuzados e armados com pistolas e revólveres chegaram no local de carro e invadiram a chácara.

Em depoimento, o homem, que é proprietário da chácara, detalhou que os suspeitos entraram no local falando que queriam o avião e que ele, a esposa e a filha ficaram em poder dos criminosos durante esse tempo. Nenhum outro objeto da residência foi roubado.

Conforme o boletim de ocorrência, às 5h deste domingo, a vítima revelou que os assaltantes conseguiram roubar o avião quebrando os cadeados que prendiam as hélices.

O homem não soube dizer na delegacia quantos suspeitos fugiram no avião ou no veículo que chegaram instantes antes do assalto.

Em conversa com o dono do avião, de 54 anos. Ele não estava na chácara no momento do assalto. Por telefone, explicou apenas que espera que o avião seja encontrado e disse se sentir aliviado pelos reféns não estarem machucados. “Graças a Deus estão todos bem. Levaram da casa só o avião. Espero que encontrem”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui