A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência em um bar, localizado no bairro Cidade Alta, em Espigão do Oeste, onde havia a informação que teria ocorrido um esfaqueamento.

De pronto, a PM deslocou-se até o local indicado para averiguar os fatos, ao chegar no endereço, constatando que havia uma mulher com ferimentos de faca. Nesse momento, a guarnição solicitou apoio do Corpo de Bombeiros Militar para prestarem os devidos atendimentos a vítima.

A mulher disse aos policiais que ingeria bebida alcóolica no local em companhia de um amigo, onde também era frequentado por várias outras pessoas. Foi iniciado uma discussão entre a vítima e outra mulher, quando em um determinado momento, a agressora lhe desferiu um golpe na altura do tórax.

Segundo a vítima, inicialmente imaginou que teria sido atingida apenas com um soco, mas instantes depois começou a sentir uma intensa queimação na região atingida. Quando olhou para baixo viu que havia sofrido ferimento, devido a grande quantidade de sangue.

Nesse momento a vítima saiu correndo em busca de socorro, e segundo relatado, várias outras mulheres repetiam com gritos a fala – Mata ela, mata ela. Nesse momento a PM chegou ao local, coibindo a ação da infratora, evitando o homicídio.

A vítima informou que a agressora, com a qual discutia, trajava uma blusa bege e bermuda jeans, tendo essa, evadido do local. Com as informações colhidas, a rádio patrulha passou a realizar diligências na região.

A infratora foi localizada, encaminhada ao hospital municipal, para realizar o exame corpo de delito e em seguida encaminhada a UNISP para prestar esclarecimentos.

A identidade dos envolvidos não foram divulgadas.

Texto: Edson S. Ullig

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui