Interior de Rondônia: Pedreiro que desapareceu a quase um mês é encontrado após passar dias em cativeiro

JBS Prevenção a Covid-19

Sidnei Alves da Silva, de 46 anos, acaba de retornar a sua residência em Cacoal, o pedreiro que estava desparecido desde o dia 17 de fevereiro passado, foi encontrado em uma estrada próximo a um rio em Porto Velho.

O Planeta Folha conversou com com a esposa de Sidnei, a senhora Mirian Gonçalves, segundo ela, o esposo estava em poder de bandidos em um cativeiro na cidade de Porto Velho, durante o todo o tempo Sidnei foi obrigado a fazer o que os bandidos queriam ou iriam expor a filha do casal de 14 anos e a esposa.

Mirian Gonçalves e Sidnei Alves da Silva retornando a Cacoal – Imagem cedida pela família

Na sexta-feira, 12, os bandidos levaram Sidnei e o abandonaram em uma estrada próximo a um rio, no dia seguinte, já no sábado, 13, populares o encontraram e acionaram o SAMU que o socorreu o mesmo até o posto de saúde Ana Adelaide.

Sidnei estava caído, desidratado e muito debilitado o mesmo estava com 42 graus de febre, foi medicado no posto de saúde e a esposa chamada para comparecer na capita rondoniense para que buscasse o marido.

Momento que Sidnei Alves da Silva foi localizado caído na estrada – Imagem cedida pela família

A polícia foi acionada e investigações deverá serem feitas para tentar desvendar o mistério. A motocicleta que Sidnei foi localizada anteriormente na rodoviária de Porto Velho.

Mirian Gonçalves já está na cidade de Cacoal juntamente com o esposo Sidnei, eles chegaram na tarde de domingo, 14.

Sidnei Alves da Silva sinalizando que está bem – Imagem cedida pela família

Da redação – Planeta Folha

Trimestrão da Sortes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui