A qualidade da educação de Rondônia caminha para liderar a região Norte e ocupar um dos cinco primeiros estados do Brasil. A prova maior são as conquistas dos alunos da rede estadual em eventos de ciências e tecnologia.  No último dia 26, em Mato Grosso do Sul, a estudante Larissa Ramos da Silva, 3º ano do Programa Escola do Novo Tempo e da Escola Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral Marechal Cordeiro de Farias, localizada em Pimenta Bueno, foi premiada na Feira de Tecnologia, Engenharia e Ciências de Mato Grosso do Sul.

Tendo como orientadora a professora Priscila Cofani Costa Pomini, a estudante – a partir da Disciplina Eletiva sobre iniciação científica, da qual participou em 2017, ficou sensibilizada pelas oportunidades que a ciência pode oferecer e, engajada com o contexto social, executou o projeto “Percepção da população da área urbana sobre Panc’s (Plantas Alimentícias Não Convencionais) numa cidade da região sudoeste da Amazônia”.

A professora Pomini escreveu o trabalho para participar da Feira de Tecnologia, Engenharia e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec-MS), e concorreu com mais de 400 projetos de todo o Brasil, cujo evento é voltado para os estudantes da rede básica de ensino e o anúncio do resultado e a premiação ocorreu durante a 71ª Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que foi realizada na última sexta-feira (26), em Campo Grande (MS).

Como prêmio pela seleção do trabalho, a aluna Larissa e a professora Pomini irão participar de um grupo de pesquisa chamado Gênesis Ambiental, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Este grupo, cuja diretora é a professora Dra. Lurdes Brazil.

A conquista da estudantes é notável, pois o convite mostra o potencial da educação de Rondônia e a pesquisa – da qual irão participar -, é reconhecida a nível nacional e internacional. O destaque da conquista da rondoniense é que haviam apenas duas vagas disponíveis para os participantes da FETEC-MS, sendo que uma delas foi ocupada pela equipe de Rondônia, a única estudante premiada que não pertencia ao estado de Mato Grosso do Sul.

O secretário de Estado da Educação de Rondônia, professor Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, ao tomar conhecimento da conquista da aluna Larissa e da professora Pomini, enviou os cumprimentos – através da coordenadora Regional de Educação de Pimenta Bueno, professora Eliane Crista Faria, e afirmou que o governador Marcos Rocha tem apoiado e incentivado – cada vez mais, investimento no setor educacional de Rondônia. “Eis um exemplo a ser seguido pelas demais escolas da rede estadual. Estamos no caminho certo. A educação melhora a cada momento e os resultados começam a surgir”, destacou o secretário Suamy.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui