JBS Prevenção a Covid-19

É impossível visitar o Centro Técnico Estadual de Educação Rural (Centec Abaitará) e não ficar impressionado com a grandeza da instituição de ensino. Espalhada por uma área total de 287 hectares, o Abaitará é uma escola de ensino profissionalizante que oportuniza aos seus alunos vivenciar na prática a teoria aprendida em sala de aula e concluírem o Ensino Médio, preparados para o mercado de trabalho no setor do agronegócio.

Mesmo a pandemia do novo coronavírus tendo impossibilitado as aulas presenciais na escola, o ensino continua.

Além do conteúdo adquirido através das aulas remotas, os alunos do Abaitará tem colocado o conhecimento em prática, nas propriedades rurais familiares.

Localizado entre os municípios de Cacoal, Pimenta Bueno e Rolim de Moura, o Centro Técnico Estadual de Educação Rural tem atendido em 2020 aproximadamente 300 alunos, de 36 localidades diferentes do Estado, de Vilhena à Guajará Mirim.

Os alunos que cursam o Ensino Médio na instituição de ensino, já tem a opção de se formarem como técnicos em Agronegócio, Agroecologia e Agropecuária. Para o ano de 2021 deve ser implantado também o curso técnico de nível médio em Aquicultura, com ênfase em piscicultura.

Empreendimentos próprios.

“A escola Abaitará é um centro de referência, fornecendo a educação básica, com Ensino Médio integrado à Educação Profissional. É um centro de ensino profissionalizante, estruturado com equipamentos e instalações agropecuárias próprias para o ensino e prática dos estudantes”, destaca a diretora do Centec, Telma Aparecida Pinto.

O Abaitará tem se tornado uma vitrine das potencialidades do agronegócio rondoniense. De toda a área da escola, dos 287 hectares, 188 ainda são de floresta virgem e a área explorada é ocupada com gado de leite, ovinocultura, suinocultura e criações de aves caipira. As 25 vacas leiteiras tem produzido uma média de 12 litros de leite por dia, cada uma. A produção só deve aumentar, pois 13 pequenos bezerros nasceram.

Além disso, as plantações têm se espalhado pela propriedade do Centro Técnico Estadual de Educação Rural. O Abaitará já produz café, abacaxi, maracujá e muito mais. Recentemente, 200 produtores rurais foram beneficiados com a distribuição de mudas da Cultivar BRS Capiaçu.

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), em parceria com o Abaitará, criou na escola um Centro de Banco de Mudas. O capiaçu tornou-se uma excelente alternativa para suplementação volumosa, com um elevado potencial de produção e valor nutritivo para dieta do gado, em época de estiagem.

Como mantenedor da escola, o Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) trabalha para fortalecer a Educação Profissional em todos os municípios de Rondônia e o Governo de Estado tem se empenhado em fortalecer a educação rural. Recentemente, o Centec Abaitará foi contemplado com três novos ônibus, diversos itens de mobília, 21 computadores e três blocos da escola passaram por uma reforma completa.

“O Abaitará representa grande parte da riqueza de Rondônia. Aqui temos um pouco de tudo. Por isso o nosso empenho para fortalecer ainda mais o ensino técnico rural, promover a qualificação profissional dos jovens, filhos de agricultores, indígenas e ribeirinhos, e alavancar o Agro em Rondônia”, reforçou Adir Josefa de Oliveira, presidente do Idep.

Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom – Governo de Rondônia

Trimestrão da Sortes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui