Durante todo o mês de setembro, diversas palestras foram realizadas no âmbito do 4º Batalhão de Polícia Militar. O objetivo foi despertar nos Policiais Militares uma reflexão sobre o Setembro Amarelo, uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas e a Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas.

Foi com este objetivo que a Capitã PM Psicóloga Josélia Lucia Grinivold desenvolveu uma série de atividades junto aos policiais que atuam em Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Ministro Andreazza, São Felipe e Primavera, que integram o 4º BPM. A convite do 10º Batalhão, a capitã também palestrou aos policiais de Rolim de Moura.

Nestas atividades o que a gente quer é ajudar quem está precisando. Abordamos sobre o que fazer e o que não fazer quando alguém próximo está com ideias de suicídio, falamos de alguns mitos sobre o suicídio, o que leva as pessoas a pensar em suicídio.

E também abordamos algumas informações sobre os cuidados com a saúde, para que o policial não venha a ter ideias de suicídio. Além das orientações de procurar ajuda quando precisar. Ou seja, o objetivo destas ações é o diálogo. É falar deste assunto que ainda é um tabu, para que a pessoas possam ter uma maior percepção, que consigam identificar mais facilmente o problema e busquem ajuda profissional.

(Giliane Perin – Seção de Comunicação Social do 4°BPM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui