Na noite desta segunda-feira (05) uma guarnição de Policia Militar do 6º BPM/FRON foi acionada por uma enfermeira para comparecer no Hospital Regional de Guajará-Mirim, pois tinham denuncia que uma criança de 01 ano estava passando mal devido ter ingerido um cigarro de maconha.

No local os Policiais descobriram que um casal que reside na Avenida Miguel Hatizinakis, bairro de Fátima, estava em sua residência, sendo que a esposa estava fazendo seus trabalhos domésticos, e o marido que é usuário de maconha, estava na sala com a criança de 01 ano,  resolveu relaxar, e confeccionou um cigarro de maconha para fumar, e após dar inicio no fumo  do cigarro, teria se distraído e deixado o cigarro perto da criança, foi quando não percebeu que a criança pegou o cigarro e pôs na boca, tendo mastigado e engolido parte.

A mãe logo percebeu que a criança estava com o cigarro de maconha na boca e percebeu que estava faltando um pedaço, e ainda viu alguns restos de cigarro na boca da criança. Depois de uma hora e meio a criança começou a passar mal, ficando sonolenta e querendo vomitar e não respondia aos estímulos e começou a passar mal.

De imediato os pais acionaram uma guarnição do Corpo de Bombeiros que conduziu a criança com os Pais para o Hospital Regional onde recebeu tratamento medico ficando internada.  E logo a Policia Militar e o conselho tutelar foram acionados para as providencias de acordo com a lei.

A reportagem do Portal Guajará, que na Delegacia de Policia Civil será instaurado inquérito policial onde os pais serão responsabilizados criminalmente pelo fato, e o caso será levado à justiça e o conselho tutelar tomará todas as medidas de acordo com o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

Fonte portal guajara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui